FALHAS NAS SOBRANCELHAS: POSSÍVEIS CAUSAS E QUANDO SE PREOCUPAR!

Perder alguns fiozinhos de sobrancelhas é um processo normal, porém se a queda for progressiva ou abrupta, é essencial ficar atento e buscar ajuda médica, pois pode ser algo mais sério.

Quando as falhas na sobrancelha ou quedas dos fios são reais, elas podem ser resultado de inúmeras causas.

DENTRE AS PRINCIPAIS, ESTÃO:

  • Alterações hormonais
  • Menopausa
  • Alopecia areata
  • Carência ou má nutrição
  • Estresse
  • Exposição excessiva aos raios UVA e UVB
  • Idade
  • Herança genética
  • Alergia a maquiagem (lápis ou sombras aplicados na área)
  • Reação alérgica a químicas ou pigmentos sintéticos
  • Excesso de remoção dos pelos – por meio de pinças, depilação entre outros
  • Medicamentos
  • Determinadas patologias (doenças autoimunes, psoríase, dermatites, sífilis, hanseníase, líquen plano e etc)

Entretanto, pode ainda ser ocasionada por um conjunto de um ou mais fatores.

As falhas nas sobrancelhas podem ser simétricas, ou seja, com perda fios dos dois lados, ou assimétricas, em apenas em um deles.

Em geral, essa perda de fios acontece na cauda da sobrancelha, que é a parte final, mais próxima à raiz dos cabelos.

ALOPECIA E SOBRANCELHAS

Um dos pontos que precisa ser observado e é preocupante é quando acontece uma queda com sinais significativos, que podem atingir também os cílios, cabelos e outras regiões com pelo.

Nestes quadros geralmente as causas estão associadas à alopecia fibrosante frontal, que afeta sobrancelhas e o couro cabeludo, sendo uma doença crônica e gradual ou ainda a chamada alopecia areata, que precisa ser bem investigada porque pode ser decorrente e estar correlacionada a outros problemas de saúde, como o estresse.

Os sintomas da alopecia areata, além da queda dos fios, costumam ainda estar acompanhada de coceira e às vezes sensação de queimação.

Mas em todas essas doenças a falha na sobrancelha pode ser isolada, estar acompanhada de perda de cabelos no couro cabeludo ou ainda não apresentar sintomas como coceira ou ardência.

QUANDO SE PREOCUPAR COM ESSAS FALHAS?

Bem, é fundamental fazer uma avaliação médica com um especialista em Tricologia para chegar num diagnóstico preciso.

 É essencial não retardar a procura pelo médico ao notar os primeiros sinais, porque quanto mais precoce o diagnóstico menor os danos e melhor e maior a eficácia no controle ou cura da doença.

Gostou?

Curta, comente e compartilhe!

O seu apoio é muito importante para o blog!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *